Carregando cachecol: 3 dicas para escolher bem

Carregando cachecol: 3 dicas para escolher bem



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Aninhado contra a mãe ou o pai, o bebê está emocionado em seu envoltório! Não é por acaso que esse modo de portage é cada vez mais seguidores. Aqui estão nossas dicas para escolher o modelo certo.

O comprimento

  • Entre 2,5 e 6 m, você provavelmente acha que há uma grande diferença de comprimento. E você está certo!
  • Essa grande diferença é explicada pelos vários tipos de nós que podem ser alcançados com todos esses modelos. Quanto mais você optar por um comprimento maior, mais será capaz de amarrar o embrulho como achar melhor. Rede, canguru, cruzado ... Você será mimado pela escolha.
  • Também é necessário que o modelo se adapte à sua corpulência. Mas para os não iniciados ou para aqueles que querem permanecer no estágio do nó básico, é melhor favorecer comprimentos mais curtos, mais fáceis de manusear.

O tecido

  • Outro detalhe importante é a tecelagem do cachecol. De fato, a maneira como os fios se cruzam e a natureza do tecido são elementos importantes a serem levados em consideração ao fazer sua escolha.
  • Nesse caso, o cachecol de sarja continua sendo o modelo mais clássico, embora outros modelos também tenham suas vantagens na imagem de tecidos elásticos, que proporcionam mais suavidade ao bebê.
  • Além disso, você deve cuidar da qualidade do tecido ou acabará com uma faixa de portage distendida após alguns testes ou várias lavagens na máquina. Se você for seduzido por um modelo colorido, verifique também se ele atende aos padrões para colorir tecidos.
  • Seu bebê ainda passará algum tempo contra esse tecido, ele não deve conter substâncias tóxicas.

A posição de portabilidade

  • A maneira como você deseja usar seu bebê também determina o tipo de lenço a ser escolhido. O portage pode ser feito nas costas, no estômago ou no quadril.
  • A rede é a mais adequada para recém-nascidos que são amamentados. Requer um cachecol de comprimento curto (2,5 a 3 m).
  • Se você quiser carregar o bebê de bruços (canguru), terá que escolher um embrulho por tempo suficiente para embrulhar bem. Essa posição tem a vantagem de não sobrecarregar os músculos do períneo, muitas vezes tensos durante o parto.
  • Para quem não deseja se preocupar com todas essas técnicas de portage, existem modelos sem nó, mas que permitem apenas uma posição.

PORTAGE NO LENÇO: NOSSOS VÍDEOS


Vídeo: 5 Maneiras de Usar Cachecol