55% das crianças de 3 a 5 anos jogam videogame antes de saber amarrar os cadarços!

55% das crianças de 3 a 5 anos jogam videogame antes de saber amarrar os cadarços!



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Mais e mais crianças estão aprendendo a usar um computador, navegando em um smartphone antes de aprender a nadar ou saber amarrar seus cadarços. Isso é revelado por uma pesquisa internacional realizada pelo editor de antivírus AVG.

O aprendizado digital tem precedência sobre os principais estágios do desenvolvimento infantil

  • Navegar na web ou usar um smartphone são aprendizados que as crianças dominam mais cedo e mais cedo. Mesmo antes de fases decisivas de seu desenvolvimento, como aprender a nadar ou andar de bicicleta sem rodas!
  • Um fenômeno internacional ao qual a França não é exceção, conforme revelado pelos números do estudo AVG entrevistando 6.000 mães em 10 países sobre o uso da Internet e dos dispositivos digitais de seus filhos.
  • Na França, 8% das crianças entre 3 e 5 anos sabem amarrar os sapatos, 13% deles nadam de forma independente e apenas 26% sabem o endereço de sua casa. No entanto, eles são 63% da mesma faixa etária para saber como jogar com um videogame e 29% para navegar em um smartphone!

Uma existência digital antes do nascimento!

  • Crianças de 3 a 5 anos são cada vez mais avançadas no domínio digital porque faz parte do ambiente cotidiano. Hoje na França, 59% das residências estão equipadas com pelo menos três dispositivos conectados. Os dispositivos móveis estão cada vez mais presentes na vida das crianças. Em quatro anos, o número de crianças que sabem usar um aplicativo em um tablet ou smartphone aumentou 38%.
  • Mas o parâmetro importante a ser observado é que essas crianças frequentemente recebem de seus pais uma impressão digital antes mesmo de aprender a andar ou falar ... O relacionamento deles com o digital geralmente existe antes do nascimento!
  • 68% das mães francesas pesquisadas admitem ter postado fotos de seu filho antes de seu primeiro aniversário e 18% durante a gravidez.
  • 82% dos pais não resistem ao "compartilhamento", ou seja, ao compartilhar informações na web sobre o progresso de seus filhos.
  • Um fenômeno que levanta a questão de proteger a privacidade da criança.

Frédérique Odasso

(Notícias de 02/02/14)